<span class="bn">Quebrando preconceitos: <br>subsídios para o ensino das culturas <br>e histórias dos povos indígenas </span><span class="as">Célia Collet, Mariana Paladino <br>& Kelly Russo</span>

Código: 9788577401529
R$ 38,00
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 38,00 Pix
  • R$ 38,00 Boleto Bancário
  • R$ 38,00 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Aura, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

TÍTULO:

Quebrando preconceitos:
subsídios para o ensino das culturas
e histórias dos povos indígenas

RESUMO:

Autor(Célia Collet
Mariana Paladino
Kelly Russo)
Coedição Laced
Coleção Traçados, n. 3
ISBN 978-85-7740-152-9
2014, 1ª edição, 110 p., 14,8 x 21 cm


DESCRIÇÃO:

Este livro é produto da inquietação resultante das pesquisas e práticas docentes e de extensão universitária das autoras, ao apreender o modo como as culturas e as histórias indígenas são geralmente abordadas em sala de aula. Com base em entrevistas com professores e na observação de aulas realizadas em diferentes estabelecimentos de ensino, elas notaram que as atividades e os conteúdos que dizem respeito aos povos indígenas são não apenas muito limitados e restritos às efemérides escolares, mas também reprodutores de ideias veiculadas já ultrapassadas há décadas.

E o que as crianças do século XXI ainda aprendem a esse respeito? O “índio” como um ser vinculado ao passado, com alguma presença significativa somente na formação da colônia e na constituição do “povo brasileiro”; o “índio” como um genérico, sem atentar para a diversidade cultural das mais de 305 etnias presentes em nosso país; o “índio” como alguém que vive na floresta, isolado e nu, subsistindo apenas da caça e da pesca, e aqueles que fogem desse padrão “já não sendo índios”; e o “índio” como ser preguiçoso, que ocupa muita terras e atrapalha o desenvolvimento da nação, entre outros estereótipos.

Assim, buscam delimitar as razões dessa reprodução equívocos sobre os povos indígenas no âmbito escolar, quando em outros conteúdos curriculares e áreas do conhecimento houve mudança significativa. O livro, portanto, pretende contribuir para o questionamento de tal visão deturpada, fornecendo subsídios para uma nova forma de abordar a temática indígena e a aplicação da lei n. 11.645/2008, a qual acrescentou o estudo da história e das culturas dos povos indígenas à lei n. 10.639/2003, que instituiu a obrigatoriedade do ensino da história e da cultura da África e da cultura afro-brasileira nos currículos dos estabelecimentos de ensino públicos e privados no país.

 

Célia Collet

Mestre e doutora em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS), Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de Antropologia e coordenadora do Programa de Educação Tutorial Comunidades Indígenas da Universidade Federal do Acre. Possui experiência na área de antropologia, com ênfase em etnologia indígena, atuando principalmente com os seguintes temas: educação escolar indígena, indigenismo e Bakairi.

 

Mariana Paladino

Mestre e doutora em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS), Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Licenciada em Antropologia pela Universidad Nacional de La Plata (Argentina). Professora adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense, atuando nas áreas de docência, pesquisa e extensão em Antropologia e Educação. Pesquisadora associada ao Laboratório de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e Desenvolvimento (Laced), Museu Nacional. Desde 1999, vem pesquisando temáticas vinculadas à antropologia da educação, à educação escolar indígena e às políticas indigenistas, produzindo e divulgando seus trabalhos em diferentes eventos e publicações.

 

Kelly Russo

Especialista em Diversidade Cultural e Direitos Humanos, com menção em Povos Indígenas (Flacso/AR), mestre em Ciências Sociais e Educação e doutora em Educação Brasileira (PUC-Rio). Professora adjunta do Departamento de Formação de Professores da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF/UERJ). Na FEBF, integra o Programa de Pós-Graduação em Educação e Comunicação em Periferias Urbanas, bem como coordena, com a professora Aura Helena Ramos, o Núcleo de Educação Continuada (NEC), voltado para a investigação e a intervenção pedagógica nas áreas de Educação, Direitos Humanos e Diversidade Cultural. Tem experiência como consultora e educadora em projetos educativos no contexto tanto escolar quanto não escolar. Atua nas seguintes áreas: movimentos sociais e educação, educação escolar indígena e educação intercultural.

 

Sumário ¯     Apresentação ¯

 

R$ 38,00
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Pix
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Contra Capa Livraria Ltda. - CNPJ: 68.575.083/0001-80 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade

Social